Autoconsumo e CER

Produção de Energia Elétrica

Serviços Online

Fale connosco

Av. 5 de Outubro, nº208 1069-203 Lisboa
(351) 217 922 700 / 800

Enquadramento legal

A produção de eletricidade por intermédio de Unidades de Produção para Autoconsumo (UPAC) é regulada pelo Decreto-Lei n.º 162/2019, de 25 de outubro, que estabelece:


- o autoconsumo de energia renovável, estabelecendo a disciplina da atividade de produção associada às instalações de utilização do autoconsumidor de energia renovável.

- as comunidades de energia renovável (CER), procedendo, nesta parte, à transposição parcial para o direito interno da Diretiva 2018/2001 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de dezembro de 2018, relativa à promoção da utilização de energia de fontes renováveis.

O Despacho n.º 46/2019, de 30 de dezembro, que define o procedimento para obtenção de um título de controlo prévio no âmbito da produção para autoconsumo: apresentação de mera comunicação prévia de exploração das unidades de produção para autoconsumo, pedido de registo e de certificado de exploração, nos termos dos n.ºs 2, 3, 4, 5 e 9 do artigo 27.º-B e do artigo 27.º-C do Decreto-Lei n.º 172/2006, de 23 de agosto, na redação dada pelo Decreto-Lei n.º 76/2019, de 3 de junho, e pedido de licença de produção e de exploração.

A Portaria n.º 16/2020, de 23 de janeiro, que estabelece o montante das taxas previstas no Decreto-Lei n.º 162/2019, de 25 de outubro.

Despacho n.º 4/2020 de 3 de fevereiro, que aprova o Regulamento de Inspeção e Certificação e o Regulamento Técnico e de Qualidade

Publicado o Despacho n.º 4/2020 de 3 de fevereiro que aprova o Regulamento de Inspeção e Certificação e o Regulamento Técnico e de Qualidade, dando assim execução ao disposto no art.º 13.º do Decreto-Lei n.º 162/2019 de 25 de outubro, diploma que estabelece o regime jurídico aplicável ao autoconsumo de energia renovável e às comunidades de energia (CER).

 

Outra regulamentação

O Regulamento n.º 266/2020, de 20 de março, da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) vem aprovar a regulamentação para implementação do regime do autoconsumo nas suas áreas de competência, ao abrigo do n.º 2 do Artigo 32.º do Decreto-Lei n.º 162/2019, de 25 de outubro, estabelece disposições aplicáveis ao exercício da atividade de autoconsumo de energia renovável individual ou coletivo, quando exista ligação à Rede Elétrica de Serviço Público.

A Diretiva n.º 5/2020, de 20 de março, da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) vem aprovar as tarifas de Acesso às Redes a aplicar ao autoconsumo de energia elétrica através da RESP a vigorar em 2020