Exploração de Recursos Geotérmicos

Exploração de Recursos Geotérmicos

Fale connosco

Av. 5 de Outubro, nº208 1069-203 Lisboa
(351) 217 922 700 / 800

Recursos Geotérmicos Qualificados

 

 

 

A DGEG tem procedido ao estudo exaustivo das ocorrências de água com temperatura superior a 20ºC, quer nascentes naturais, quer provenientes de furos, através da compilação da informação e dados técnicos dispersos pelos processos das concessões e dos relatórios arquivados na DGEG e, ainda, da caracterização geológico-estrutural das ocorrências.

 

 

 

 

Atualmente, das 66 ocorrências geotérmicas existentes, apenas 7 têm uma dupla qualificação como Água Mineral Natural e Recurso Geotérmico, entre as quais as Termas do Carvalhal encontram-se com atividade suspensa.

 

 

 

 

 

Localização dos Recursos Geotérmicos Qualificados

 

Designação Temperatura máxima registada (ºC) Aproveitamento Geotérmico
Caldas de Monção 49

O aproveitamento geotérmico teve início em março de 2015.

É utilizado em aquecimento do estabelecimento termal, piscinas públicas, hotel e edifícios públicos.

Encontra-se em período experimental.

Caldas de Chaves 77

O aproveitamento geotérmico iniciou-se na década de 80 do século XX.

Foi em Portugal Continental o primeiro projeto de utilização do calor numa rede de aquecimento urbano, para climatização e produção de água quente sanitária de dois hotéis e do edifício termal e ainda para aquecimento de uma piscina.

Caldas de Vizela 50

Os caudais excedentes são utilizados no aquecimento de uma piscina e na climatização e produção de água quente sanitária e de um hotel localizado nas imediações das termas.

Longroiva 47

O recurso geotérmico é utilizado para climatização do balneário termal e ainda para a produção de Águas Quentes Sanitárias (AQS) e aquecimento da piscina exterior do hotel rural, situado nas proximidades.

Termas do Carvalhal 60

Estão em curso estudos diversos tendo em vista o desenvolvimento de projetos para aproveitamento geotérmico.

Termas de S. Pedro do Sul 67

O aproveitamento geotérmico iniciou-se há três décadas.

O Polo das Termas, em funcionamento desde 2001, dispõe de uma central geotérmica para climatização e produção de AQS de dois balneários termais e de dois hotéis.

No Polo do Vau, localizado a cerca de 2 Km a sul de São Pedro do Sul, o geocalor foi já utilizado diretamente para o aquecimento de estufas de frutos tropicais, encontrando-se atualmente em reformulação.

Banho de Alcafache 51

O estabelecimento termal é, desde 2003, climatizado a partir do recurso geotérmico com 51ºC de temperatura.

Caldas de S. Paulo 28,1

-