Publicações - Relatórios - Estudos

Publicações - Relatórios - Estudos

Fale connosco

Av. 5 de Outubro, nº208 1069-203 Lisboa
(351) 217 922 700 / 800

Energy Scenarios in support of the EN H2 National Strategy for Hydrogen

 

Energy Scenarios in support of the EN H2 National Strategy for Hydrogen

DEIR Studies on the Portuguese Energy System 002

Directorate-General for Energy and Geology, Divison of Research and Renewables, Lisbon, Portugal.

First edition on June 31, 2020, reviewed on February 12, 2021.

ISBN: 978-972-8268-53-4.

 

Este documento resume o cenário BASE de energia e emissões que apoiou a Estratégia Nacional Portuguesa de Hidrogénio (EN-H2), publicada como Resolução de Conselho de Ministros nº. 63/2020 em 14 de Agosto de 2020.

 

Cenários para a EN-H2 foram desenvolvidos na Divisão de Estudos, Investigação e Renováveis da DGEG, utilizando um modelo nacional proprietário de emissões de energia, JANUS versão 5.0. Este modelo é montado sobre a plataforma LEAP, uma ferramenta de modelização energética «bottom-up», que permite a modelação das várias tecnologias de procura, transmissão e transformação de energia.

 

O JANUS versão 4.27 já tinha sido utilizado para desenvolver cenários desta forma em apoio ao Plano Nacional de Energia e Clima 2021-2030 (PNEC), como descrito noutra publicação desta mesma série de estudos do sistema energético português, também disponível neste website.

 

O JANUS 5.0 foi desenvolvido para o Projecto "Avaliação do Potencial e Impacto do Hidrogénio em Portugal - Estratégia para a Sustentabilidade", que foi essencialmente um roteiro para a selecção das melhores cadeias de valor de hidrogénio para o caso específico de Portugal. As melhores cadeias de valor novas selecionadas foram adicionadas às versões anteriores do JANUS, e o horizonte temporal expandiu-se até 2040. Foram construídos seis cenários, um relativo ao PNEC original, duas actualizações do PNEC, e três visões disruptivas para um novo e mais intenso papel do hidrogénio no sistema energético português. Foram acrescentadas tecnologias inovadoras, incluindo sobretudo baterias, geotermia profunda, biocombustíveis avançados e tecnologias de hidrogénio, incluindo a produção através de reforma do gás natural, electrólise e gaseificação da biomassa.

 

Para apoiar as decisões relativas à montagem da EN-H2, foi utilizado também o JANUS 5.0 mas com algumas melhorias. Foram construídos três cenários - LOW, BASE, e HIGH. O cenário BASE foi selecionado como base analítica para as previsões numéricas que constam na EN-H2.

 

Extensos detalhes numéricos que não puderam ser incluídos na Resolução de Conselho de Ministros nº. 63/2020 são providenciados no documento, assim como reflexões e interpretações adicionais que clarificam certas opções tomadas pela EN-H2. Por exemplo, no que toca à descarbonização da Rede de Gás, à segurança do abastecimento, ao balanço importação/exportações de energia e controlo da dependência energética, a trajectórias de emissões de gases com efeito de estufa, e à captura, sequestro e utilização de CO2 (CCUS).